Home > Notícias do Centro > Notícias > Ação policial, no Centro, resulta em prisão de camelôs-cedezeiros e apreensão de CDs

Ação policial, no Centro, resulta em prisão de camelôs-cedezeiros e apreensão de CDs

16/06/2006

Ação policial, no Centro, resulta em prisão de

camelôs-cedezeiros e apreensão de CDs pirateados

 

Fabio Mattos

Camelôs-cedezeiros no Centro

A Polícia Civil realizou na segunda-feira (12/6) uma operação no Centro de São Paulo que resultou na prisão de quatro camelôs-cedezeiros e apreensão de 1.972 DVD?s e CD?s pirateados, incluindo filmes, musicas e softwares. Parte do material será enviado ao Instituto de Criminalística, em São Paulo, para perícia. A operação teve comando de Fernando Gomes Pites, delegado titular da 1ª Seccional Central da Secretaria de Investigações Gerais.

 

A operação teve comando de Fernando Gomes Pites, delegado titular da 1ª Seccional Central da Secretaria de Investigações Gerais. Os quatro ambulantes acusados de venda de material ilegal ao ar livre tem idades variando de 20 a 30 anos. Também foi apreendido um automóvel de marca Parati, que era utilizado como esconderijo de material ilegal.

 

No Centro da capital paulista são apreendidos cerca de três toneladas de produtos por semana. São 35 mil o número de ambulantes na cidade, sendo que só 5 mil têm o Termo de Permissão de Uso (TPU). Desses, segundo estudo da Viva o Centro, 98% trabalham de forma incompatível com o que determina a legislação que disciplina o uso do espaço público, mesmo tendo os TPU?s.

 

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, sancionou na última quarta-feira (7/6) uma lei antipirataria, do vereador Gilson Barreto. As subprefeituras deverão fiscalizar os ambulantes e os que venderem produtos ilegais terão seus TPU?s cancelados.

 

Acompanharam a operação da Polícia Civil a Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), a Entertainment Software Association (ESA) e a Business Software Alliance (BSA).

 

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.