Home > Notícias do Centro > Notícias > Balé da Cidade, tambores, luzes e cores

Balé da Cidade, tambores, luzes e cores

19/09/2005

Balé da Cidade, tambores, luzes e cores

 

Na quinta-feira (14/7), às 15h, o Balé da Cidade de São Paulo faz em sua sede, à Rua João Passalacqua, 66, no Bexiga, um ensaio do espetáculo ?A linha curva? aberto à imprensa.

 

A coreografia do espetáculo foi criada pelo israelense Itzik Galili para a apresentação do Balé da Cidade no próximo Festival de Dança da Holanda, em novembro deste ano de 2005, e terá estréia no Teatro Municipal de São Paulo,  no Centro, nos dias  23, 27, 28, 29 e 30/7, às 21h, e nos dias 24 e 31/7, às 17h.

 

O grupo dirigido por Mônica Mion confirma o seu status de companhia de dança reconhecida internacionalmente,. O espetáculo ?A linha Curva? foi encomendado pelos próprios organizadores do evento, na Holanda, e veio de encontro ao interesse mútuo do coreógrafo e da direção da companhia em criá-lo. O diretor do festival já conhecia o Balé da Cidade de várias turnês e veio ao Brasil especialmente para conhecê-la mais de perto.

 

?Minha intenção foi criar situações em que o corpo pode ter muita liberdade, mas dentro de um espaço limitado?, explica o coreógrafo israelense. Esse espaço será demarcado pela iluminação, também desenhada por Galili, que formará sobre o palco um quadrado de luz. Dentro dele, os 28 bailarinos do Balé da Cidade executarão seus movimentos.

 

Os figurinos, também criados pelo israelense, primam pelas cores. ?A idéia é a de um espetáculo muito colorido e prazeroso de assistir, diz Galili. O destaque fica por conta de zíperes coloridos, que representam a conexão

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.