Home > Notícias do Centro > Notícias > Conheça "Tokio ", a balada vertical no centro renovado de São Paulo

Conheça a balada vertical no centro renovado de São Paulo

25/06/2018

A experiência inclui bar, restaurante, karaokê e boate, entre outras atrações

 

Um prédio modernista e tombado de nove andares no centrão virou a primeira balada vertical da cidade. No Tokyo, a experiência é ampla: um misto de bar, restaurante, karaokê, boate, área de exposições, cinema e até um espaço para tatuagens que ocupam o edifício construído em 1949. No último andar, com vista para os edifícios Copan e Itália, há uma pista de dança.

Basta descer um piso para estar no restaurante do projeto, com menu oriental, ocidental e vegano. Para os mais envergonhados, há salas privativas para karaokê no sétimo andar. Agora, se quiser soltar a voz sem medo e vergonha de ser feliz, basta descer mais um lance de escada que por ali o karaokê é "comunitário".

O Tokyo foi inaugurado em maio e trouxe movimento para uma região de São Paulo que estava fora do mapa de festas. Embora por ali - uma área antes tão degradada - já tenha aumentado a oferta de bares e restaurantes nos últimos anos. Num raio de 200 metros, ficam o vietnamita Bio Hoi, a Casa do Porco e o Bar da Dona Onça, três dos mais procurados restaurantes do pedaço.

Mas é na balada vertical que as tribos se encontram. O local oferece programação inédita a cada dia. O calendário pode ser acompanhado pela rede social (facebook.com/ tokyo011). Para quem quiser ir direto, o endereço é Rua Major Sertório 110, Vila Buarque.

 

Um coreano que desafia o paladar

Uma casinha tem atraído cada vez mais quem não tem medo de pôr o paladar à prova. No número 378 da Rua Cônego Vicente Miguel Marino, na Barra Funda, o restaurante coreano Komah é daqueles lugares que levam a experiência gastronômica a sério. O menu degustação (R$ 80) oferece variados sabores, de steak tartare, miolo de alcatra, gema curada e pera asiática até a suculenta costela bovina braseada com molho shoyu e gengibre.

Um passeio com causa

Conhecer pontos turísticos a bordo de uma bicicleta e ainda ajudar famílias carentes é a proposta de um passeio ciclístico que acontece nos fins de semana na capital paulista. Para participar, não precisa ter bike nem saber pedalar. O Bike Tour SP fornece as bicicletas, disponíveis em versões para uma, duas ou três pessoas. E há um transporte especial para crianças - um tipo de caçamba adaptada à bicicleta.

São seis roteiros que podem ser feitos por lugares como o Centro novo e velho da cidade, um bairro boêmio como a Vila Madalena ou o Parque do Ibirapuera. Todos os passeios são gratuitos. A organização pede apenas aos participantes que levem doação de 2kg de alimentos não perecíveis. Site: biketoursp.com.br.

Fonte: O Globo

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.