Home > Notícias do Centro > Notícias > Maitê Proença estréia texto de sua autoria no Teatro Cultura Artística

Maitê Proença estréia texto de sua autoria no Teatro Cultura Artística

07/05/2008

Maitê Proença estréia texto de sua autoria no Teatro Cultura Artística

 

Por Wellington Alves

 

Fabio Mattos

Primeira peça de Maitê Proença como autora-atriz chega ao Centro de São Paulo

Mostrar cenas do universo feminino com grande irreverência em seis esquetes, que colocam em evidência desde o motivo pelo qual os homens gostam tanto de futebol até o drama de uma crise do pânico. Eis o mote de ?Achadas e Perdidas?, espetáculo escrito e estrelado por Maitê Proença. A montagem, que já percorreu as regiões Nordeste e Centro-Oeste, e ficou seis meses em cartaz no Rio de Janeiro, estréia temporada em São Paulo nesta sexta-feira (11/8), às 21h, no Teatro Cultura Artística.

 

Maitê Proença tem mais de 25 anos como atriz, e já passou por teatro, cinema, rádio e televisão, mas como autora de um espetáculo é a primeira vez. ?Eu queria falar através do riso para comunicar minhas histórias?, disse. A peça é inspirada em seu livro de crônicas ?Entre Ossos e a Escrita?, lançado em 2004. Ela contou com a ajuda do escritor Luis Carlos Góis.

 

Nessa nova empreitada de Maitê ela conta com a ajuda da atriz e amiga Clarisse Derzié Luz. Juntas, as duas interpretam 18 personagens no espetáculo. Nas esquetes da peça acontecem situações inusitadas. Uma patroa e sua empregada trocam de papéis; uma mulher tenta entender o jogo de futebol que o marido assiste; duas meninas conversam em um velório; um diálogo sobre situações amorosas que não dão certo e, para finalizar, um ataque de pânico.

 

Fabio Mattos

Maitê Proença e Clarisse Derzié riem ao lembrar da vez em que ao comentar momentos engraçados da turnê em outros estados

?Achadas e Perdidas? está há um ano em cartaz e chega a São Paulo tentando repetir o sucesso alcançado em outros lugares. Maitê disse que mudou a ordem do espetáculo para o público paulista. ?Estamos fazendo de uma forma diferente, pois o público daqui é mais exigente e merece que seja melhor?, comenta a atriz-autora. Ela também disse que a peça fica adaptável ao local em que é apresentada, pois com a variedade de platéias já se alterou o cenário e a ordem dos esquetes em outras oportunidades, sem mudar com isso a essência do espetáculo.

 

Sobre a experiência de ser interpretar a peça que ela mesmo escreveu, Maitê disse que na hora em que está atuando não lembra que é autora. ?Uma vez esqueci o texto no meio do espetáculo. Empaquei e tive que sair de cena e voltar um minuto depois, mas a Clarisse fez com que as pessoas achassem que era uma brincadeira do espetáculo?, disse lembrando e rindo do ?caco?.

 

Clarisse e Maitê disseram que receberam convite para participar da próxima minissérie da Globo, ?Amazônia?, que vai ao ar no começo de 2007. ?Achadas e Perdidas? fica em cartaz no Cultura Artística até 26/11, e as sessões acontecem às sextas e sábados, às 21h, e aos domingos, às 18h. A direção do espetáculo é de Roberto Talma.

 

Serviço

?Achadas e Perdidas?

11/8 à 26/11

Sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 18h

Teatro Cultura Artística ? Sala Rubens Sverner

Rua Nestor Pestana, 196

Telefone: 3258-3616

Sextas e domingos - R$ 50 e R$ 25 (meia entrada)

Sábados R$ 60 e R$ 30 (meia entrada)

 

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.