Home > Notícias do Centro > Notícias > Mostras novas no MariAntonia

Mostras novas no MariAntonia

28/10/2005

Mostras novas no MariAntonia

 

O Centro Universitário Maria Antonia, na área Central de São Paulo, coloca em cartaz neste mês de junho sua segunda série de exposições do ano, com individuais de artistas importantes como Amilcar de Castro, Marco do Valle e Gilberto Mariotti, além de uma coletiva com os vencedores do Projeto Nascente da USP. O vernissage acontece na quinta-feira (8/6), às 20h, e as visitas vão até 20/8.

 

A sala principal do MariAntonia recebe a mostra ?Amilcar de Castro programador visual e ilustrador de publicações?, promovida pela Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul, com curadoria de José Francisco Alves. A exposição, que antes de chegar ao MariAntonia passou por Porto Alegre (5ª Bienal do Mercosul) e Curitiba, destaca a atuação de Amilcar como programador visual, contendo desenhos e pinturas originais, exemplares de época de livros, jornais e revistas e painéis explicativos. Falecido em 2002, Amilcar de Castro é considerado um dos grandes escultores brasileiros e um dos expoentes do movimento neoconcreto, que reorientou o construtivismo no Brasil. Sua atividade nas artes gráficas soma-se à produção em escultura, desenho, pintura e gravura, que desenvolveu ao longo de mais de cinqüenta anos.

 

Direto do Alasca

 

A instalação ?HAARP Rádio?, de Marco do Valle, discute a intersecção entre arte e ciência, remetendo-se ao projeto High Frequency Active Auroral Research Program, mantido pelo governo norte-americano no Alaska. O projeto polêmico inclui um laboratório de física solar-terrestre e pesquisas de rádio-ciência e comunicações, num complexo interligado por torres, redes de arame, antenas e radiotransmissores. Para seus defensores, trata-se apenas de um instrumento de investigação da natureza, posição oposta a de ativistas e cientistas que vêem no experimento possibilidades de criação de armas eletromagnéticas, terremotos sob medida e perturbações atmosféricas conhecidas como efeito Tesla.

 

Instigado pelo tema, Marco do Valle monta no Maria Antonia uma rádio que produz as ondas eletromagnéticas transmissoras da Rádio HAARP no interior de uma Gaiola de Faraday. O uso de um transmissor de baixa potência impede que estas ondas se propaguem para fora da gaiola. O que se ouve, então, é a transmissão de um texto sobre o projeto HAAP, escrito pelo artista e lido por um software de voz pré-gravada. Objetos com luz fluorescente mostrando fotografias do cientista Nikolas Tesla, do transmissor de ondas eletromagnéticas e das antenas do projeto HAARP completam a instalação. Marco do Valle é professor de Escultura Moderna e Contemporânea na Unicamp, doutor em arquitetura e mestre em artes pela USP.

 

Nascente

 

Ocupam as salas do primeiro andar, os trabalhos finalistas da 15ª edição na área de Artes Visuais do Projeto Nascente. Criado em 1991 pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, o projeto visa propiciar aos alunos experiência criadora e inventiva, independentemente da formação profissional em curso, valorizar a criação como atuação exponencial para todos os alunos, entendendo-a como fundamental para garantir a multiplicidade formacional dos alunos da Universidade.

 

Serviço

Centro Universitário Maria Antonia

Rua Maria Antonia, 294

Tel. 3237-1815

Vernissage: 8/6, às 20h

Seg a sex, das 12 às 21h; sab, dom e feriados, das 10 às 18h

Entrada franca

Até 20/8

Visitas monitoradas: (11) 3255-7182 ramal 46

www.usp.br/mariantonia

 

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.