Home > Notícias do Centro > Notícias > Museu Judaico de São Paulo ficará no Centro

Museu Judaico de São Paulo ficará no Centro

08/05/2008

23/05/11

página inicial   | página anterior índice de notícias

 

Museu Judaico de São Paulo ficará no Centro

  

A pedra fundamental do Museu Judaico de São Paulo, no Templo Beth-El, no Bairro da Bela Vista (Centro de São Paulo), foi lançada no domingo (22/5) com a presença do prefeito Gilberto Kassab. O intuito deste novo equipamento cultural é preservar a memória, por meio da guarda, conservação e exposição de objetos e obras de arte que fazem parte da história dos judeus desde sua chegada ao Brasil.

O acervo do museu contará com 1.500 obras de arte, entre utensílios domésticos, objetos de decoração e artigos religiosos usados por imigrantes judeus da Polônia, Rússia e Turquia, entre outros países, nos séculos 18 e 19. A instituição divulgará as principais tradições judaicas, além de contar, por meio de cenografia, a história da imigração dos judeus para São Paulo e a situação de convivência e tolerância que o Brasil propiciou a todos. O Museu também abrirá espaço para exposições de artistas plásticos que abordam essa temática.

Trata-se de passo decisivo rumo à concretização de um velho sonho. Há anos a Associação Viva o Centro noticia em seus veículos de comunicação o projeto da comunidade judaica de criar o Museu e, para tanto, vir reunindo peças que compõe seu memorial. Agora o projeto realmente deslancha, o que para a comunidade do Centro é uma excelente notícia.

 

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.