Home > Notícias do Centro > Notícias > Plano turístico para o Centro é oficializado

Plano turístico para o Centro é oficializado

14/04/2009

03/07/08

página inicial   | página anterior índice de notícias

 

Plano turístico para o Centro é oficializado

 

Por Débora Rangel

 

Luciano Sousa

Viaduto Santa Ifigênia inspira logomarca do plano

Foi apresentado nesta quinta-feira (3/7) o Plano de Desenvolvimento Turístico do Centro de São Paulo, em cerimônia na Prefeitura. Junto com ele a SPTurismo lançou a nova sinalização indicativa de atrativos turísticos formatada segundo padrão internacional. A iniciativa do Plano partiu de uma proposta da Viva o Centro que, implementada pela municipalidade, com apoio de 6 universidades e das 45 Ações Locais.

 

Na solenidade, estavam o presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho; o subprefeito da Sé, Amauri Pastorelo; o secretário adjunto municipal de Transportes, César Mecchi Morales; a diretora do Meio Ambiente, Projetos e Paisagem Urbana, da Emurb, Regina Monteiro; o superintendente da Viva o Centro, Marco Antonio Ramos de Almeida; e Toni Sando, do São Paulo Convention & Visitors Bureau.

 

Dayan de Castro

Toni Sando, Marco Antonio Ramos de Almeida, César Mecchi, Regina Monteiro, Caio de Carvalho e Amauri Pastorello

Cooperação

O setor do turismo é o maior gerador de renda e emprego no mundo, não sendo diferente em São Paulo. Para o presidente da SPTuris, o Plano só dará certo se a população, a iniciativa privada e o poder público trabalharem juntos para implementá-lo. ?Não adianta só a Prefeitura trabalhar se as outras pessoas não fizerem as próprias partes?, declarou. Para ele, o Centro é referência para a cidade de São Paulo.

 

O Centro de São Paulo não é apenas um local de negócios e compras, mas também de cultura, educação e turismo e necessita ser preservado. ?Recuperar o Centro é de interesse de toda a metrópole paulistana, pois é a região que dá marca e identidade à cidade?, diz Marco Antonio Ramos de Almeida. Segundo ele, o Centro já está pronto, só falta a população usufruir do que ele oferece.

 

Dayan de Castro

Viaduto do Chá e Shopping Light. Os locais também receberão sinalizações indicativas

Plano de ação

O Plano Turístico para o Centro prevê:

 

Incentivar o aumento de produtos e roteiros de qualidade disponíveis na região;

 

Estabelecer um programa de melhoria da infra-estrutura que contemple ações de adequação do Centro para a operacionalização de roteiros turísticos;

 

Articular e incentivar a flexibilização de horário de funcionamento dos atrativos;

 

Implantar a sinalização turística considerando tanto a sugestão viária quanto a de pedestre;

 

Articular, junto com a iniciativa privada, a implantação de um ônibus turístico regular, desenvolvendo

paralelamente uma solução paliativa até que se defina o investidor para o projeto definitivo;

 

Dayan de Castro

"O Centro já está pronto, só falta usufruir do que ele oferece", diz Marco Antonio Ramos de Almeida

Formatar novos produtos como roteiros temáticos acessíveis, ou que possam ser feitos a pé.

 

Nova sinalização

 

Junto com o Plano, e contido nele, as novas placas viárias indicativas dos atrativos turísticos no Centro, na cor marrom, seguem o padrão internacional e eram uma reivindicação antiga da Viva o Centro. Na maioria dos grandes centros de metrópoles esse tipo de sinalização facilita ao visitante encontrar museus, arquitetura tombada pelo patrimônio, templos, praças, teatros, cinemas e bibliotecas, entre outros equipamentos.

 

Dayan de Castro

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.