Home > Notícias do Centro > Notícias > Programa Minha Casa, Minha Vida é oportunidade para sair do Aluguel

Programa Minha Casa, Minha Vida é oportunidade para sair do Aluguel

01/08/2007

14/04/09

página inicial   | página anterior índice de notícias

 

Programa Minha Casa, Minha Vida é oportunidade para sair do Aluguel

 

A Caixa Econômica Federal já disponibiliza, aos estados e municípios, o termo de adesão ao Programa Minha Casa, Minha Vida. O banco também fornece o modelo de instrução de doação de terreno às prefeituras. O projeto lançado pelo governo Lula é considerado o maior programa habitacional já visto no país, é uma oportunidade de sair do aluguel e conquistar a casa própria.

 

As construtoras interessadas em participar podem apresentar as propostas nas 78 superintendências regionais da Caixa. O cadastramento para pessoas físicas com renda mensal de 0 a 3 salários mínimos será realizado pelos estados e municípios e as datas e os locais serão amplamente divulgados regionalmente. Na cidade de São Paulo, as inscrições serão feitas na Cohab (Companhia Metropolitana de Habitação), pelo site www.cohab.sp.gov.br. A empresa alerta que quem já for cadastrado na Cohab, deve atualizar seu cadastro no site.

 

Para aqueles que ganham acima de 3 e até 10 salários mínimos, já é possível fazer a simulação pelo site do banco www.caixa.gov.br. No site há cartilhas com todas as informações do programa. A Caixa destaca que o programa será operado simultaneamente com as demais modalidades de financiamento geridas pela instituição, o que deve ampliar o volume de recursos ofertados. Cálculos do banco projetam um acréscimo em torno de R$ 15 bilhões.

 

O Programa do Governo Federal tem por meta a construção de 1 milhão de casas. Serão priorizadas as cidades com mais de 100 mil habitantes e, eventualmente, com mais de 50 mil habitantes. O valor do imóvel variará de acordo com o porte do município. Para as famílias de 3 a 10 salários mínimos, os limites máximos de valores de imóveis variam de R$ 80 mil a R$ 130 mil. Já para os que ganham de 0 a 3, os valores serão definidos pelo Ministério das Cidades.

 

Para esclarecer dúvidas e debater detalhes do programa, a Frente Parlamentar em Defesa da Habitação e da Reforma Urbana da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, coordenada pelo deputado Simão Pedro, vai promover nesta quarta-feira (15/4), às 14h, na Assembleia Legislativa (Avenida Pedro Álvares Cabral, 201) um seminário aberto para todos os interessados no programa.

 

Já confirmaram presença no encontro a secretária Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, Inês Magalhães, o professor Nabil Bonduki, da FAU-USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo), um dos coordenadores do Plano Nacional de Habitação do governo Lula, e representantes do Secovi e do Sinduscon. Também é aguardada no seminário a presença de diversas lideranças dos movimentos sociais que desenvolvem importantes trabalhos na luta por habitação e moradia digna no Estado de São Paulo.

 

Veja como participar do Programa Minha Casa, Minha Vida

 

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.