Home > Notícias do Centro > Notícias > Quatro individuais e uma coletiva no MariAntonia

Quatro individuais e uma coletiva no MariAntonia

18/07/2008

 

Quatro individuais e uma coletiva no MariAntonia

 

Abrem nesta quinta-feira (31/8), às 20h, no Centro Universitário Maria Antonia da USP mais uma série de exposições: as quatro individuais dos artistas Waltercio Caldas, Carlos Asp, Eduardo Frota e Débora Bolsoni e uma coletiva ?Arquitetura Paulista Contemporânea?.

 

Frases Sólidas, do escultor, desenhista, artista gráfico e cenógrafo Waltercio Caldas, um dos grandes nomes do neo-concretismo, paralelamente a Lygia Clark e Hélio Oiritica, reúne composições tridimensionais que utilizam materiais e objetos variados como agulhas, palavras, copos, algodão, aço, dados, carimbos, couro e cartão, inaugurando uma nova poética dentro da linhagem das esculturas e desenhos do artista.

 

Desenhos que (não) são, do desenhista e pintor Carlos Asp, traz desenhos instalados em embalagens planificadas, gerados a partir de uma série chamada Corpos Celestes, na qual superfícies circulares, como esculturas na sua menor dimensão, questionam o espaço onde se instalam. Asp define ?Permanência e diferença. Juntam-se agora em superfícies maiores?.

 

Intervenções extensivas XII, do artista plástico e arte-educador Eduardo Frota, apresenta uma obra formada por um plano de nove metros de comprimento, três metros de altura e sete centímetros de espessura, que se estende enviesada entre as duas colunas do hall do primeiro andar do MariAntonia. Em sentidos opostos, seus limites apontam de um lado para a escada e do outro para a última porta da sala. A intervenção se dá a partir de dois dados arquitetônicos da sala: suas colunas. É a partir delas que foi construído um plano diagonal perpassando e tangenciando as duas arestas interiores das duas colunas.

 

Senha, da artista plástica Débora Bolsoni, consiste de uma medalha que condecora uma porta colocada no centro da sala de exposição. A porta está fixa no chão e exibe a medalha como uma figura em prontidão que traz no lado esquerdo do peito uma senha. Para a porta o mundo é rebatido na medalha que, como ela, é uma dupla superfície de leitura. Nas palavras da artista ?percorrer seu avesso e direito não é garantia de acessar seu sentido?.

 

Coletivo: Arquitetura Paulista Contemporânea é um recorte na produção contemporânea da arquitetura paulista e apresenta o trabalho de escritórios constituídos por arquitetos formados pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP entre 1986 e 1996, presentes em concursos públicos, premiações, publicações e na vida acadêmica nos últimos anos. Seis equipes representam essa produção na exposição: Andrade e Morettin Arquitetos, MMBB Arquitetos (foto), Núcleo de Arquitetura, Projeto Paulista, Puntoni Arquitetos / SPBR Arquitetos e Una Arquitetos.

 

Serviço

Rua Maria Antonia, 294

Tel. p/ visitas monitoradas: (11) 3255 7182 ramal 46

Vernissage: 31/8, às 20h

Seg a sex, das 12 às 21h; sáb, dom e feriados, das 10h às 18h

Entrada franca

www.usp.br/mariantonia

 

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.