Home > Notícias do Centro > Notícias > Quintanares começa pela Praça do Patriarca

Quintanares começa pela Praça do Patriarca

06/06/2006

Quintanares começa pela Praça do Patriarca

Fabio Mattos

Praça do Patriarca

Exposições, encontros literários e apresentações musicais e de dança compõem o evento "Quintanares", organizado no Centro de São Paulo pelo Sesc Carmo, entidade filiada à Associação Viva o Centro, para marcar o centenário de nascimento de Mário Quintana (1906-1994). O poeta gaúcho completaria 100 anos no próximo dia 30/7. Para lembrá-lo, atores como Antônio Abujamra e Esther Góes irão declamar seus poemas ao ar livre, em plena praça pública, no Centro de São Paulo. Veja a programação:

 

Segunda-feira (17/7), às 19h ? Praça do Patriarca: ?Janelas do Cotidiano ? Mário Quintana na Praça?, com o consagrado ator Antônio Abujamra recitando poemas e trechos de textos em prosa e falando sobre a obra do poeta. Antes, atores da Cia. Duo de Malas Teatrais realizarão intervenções poéticas, também baseadas na obra de Quintana. Após a performance de Abujamra, ?Varal Digital-Poesia Mário Quintana?, exposição interativa com projeções de poemas digitais a partir do trabalho do artista multimídia Alex Lima.

Terça-feira (18/7), quinta (20/7), terça (25/7) e quinta (27/7) ? Centro de São Paulo: intervenção itinerante ?Realejo Poético Especial Mário Quintana?, apresentando o bonequinho ?Poeta?, que sorteará poesias de Mário Quintana para o público ao som de música. Com a Cia. Patética.

Quarta-feira (26/7), às 14h, alto do Edifício Martinelli: ?Leitura nas Alturas?, espetáculo de dança inspirado na obra ?Apontamento de Histórias Sobrenaturais?, com os bailarinos Roberto Alencar e Tatiana Guimarães, participação especial dos atores Gloriete Luz e Expedito Araújo. E, às 15h, leitura de trechos do livro ?Espelho Mágico?, com as atrizes Azê Diniz e Alessandra Brantes, acompanhamento musical de Laura Campanér.

Segunda-feira (31/7), às 13h ? Vale do Anhangabaú: a atriz Esther Góes lerá obras do autor. Na ocasião, os integrantes da Cia. Duo de Malas Teatrais também realizarão intervenções poéticas.

A programação continua em agosto com datas a serem definidas. Mais informações pelo telefone 3105-9121, ou pelo portal www.sescsp.org.br .

Sobre Mário Quintana


Mário de Miranda Quintana nasceu em Alegrete-RS, em 30 de Julho de 1906. Publicou seus versos na revista literária do Colégio Militar, em Porto Alegre RS, onde estudou de 1919 a 1924. Depois de um breve retorno à terra natal, trabalhou no jornal ?O Estado do Rio Grande do Sul?, da capital gaúcha, e na livraria do Globo, posteriormente Editora Globo.

Em 1940, lançou o primeiro livro de poemas ?
A Rua dos Cataventos?, a que se seguiram ?Canções? (1945), ?Sapato Florido? (1947), ?O Aprendiz de Feiticeiro? (1950) e ?Espelho Mágico? (1951). Em 1962, esses volumes foram reunidos e reeditados sob o título de Poesias.

Em 1953, passou a trabalhar no jornal Correio do Povo, onde durante quatro décadas publicou poemas na coluna Caderno H. Em 1966, a seleção de poemas ?
Antologia Poética?, editada por Rubem Braga, consagrou Quintana como um dos grandes nomes da poesia brasileira.

Também respeitado tradutor, em 1980 Quintana recebeu da Academia de Letras o Prêmio Machado de Assis pelo conjunto de suas obras, que inclui ainda ?
Quintanares? (1976), ?Apontamentos de História Sobrenatural? (1976), ?A Vaca eo Hiprogrifo? (1977), ?Esconderijos do Tempo? (1980), ?Baú de Espantos? (1986), ?Preparativos de Viagem? (1987) e ?Porta Giratória? (1988), além de antologias. Mário Quintana morreu em Porto Alegre, em 05 de Maio de 1994.

Serviço

Quintanares
Sesc Carmo
Rua do Carmo, 147, e outros logradouros do Centro

Evento gratuito

A partir de 17/7

Tel. 3105-9121


Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.