Home > Notícias do Centro > Notícias > São Paulo tem nova ouvidora

São Paulo tem nova ouvidora

13/09/2007

São Paulo tem nova ouvidora

 

A cientista social e ex-diretora do Procon Maria Inês Fornazaro é a nova ouvidora do município de São Paulo. Ela foi escolhida pelo prefeito Gilberto Kassab, dentre uma lista com três nomes indicados pela Comissão Municipal de Direitos Humanos, e possui mandato de dois anos, com possibilidade de uma reeleição.

 

A Ouvidoria Geral do Município, fundada no começo de 2001, tem como função ser um meio independente de comunicação entre a população e o poder público, garantindo aos cidadãos o acesso à órgãos e serviços públicos. No ano passado a organismo recebeu mais de 17 mil reclamações.

 

 

Veja abaixo o currículo de Maria Inês

 

Atuação junto à Gerência de Vendas encarregada do atendimento ao consumidor na Sears Roebuck S/A Comércio e Indústria - 1973 a 1978

 

Procon - Fundação de Proteção e Defesa ao Consumidor - 1978 a 2002

Diretora Executiva (1995-2002): responsável pela estruturação e implementação da Fundação Procon, instituição de direito público; coordenação das diretorias adjuntas da Fundação Procon; atendimento e orientação ao consumidor, estudos e pesquisas, fiscalização, programas especiais e de relações institucionais e administrativa financeira, aumentando em 270% a média anual de atendimentos no período; representação institucional perante agências reguladoras, órgãos e entidades públicas e privadas, nacionais e internacionais, inclusive veículos de comunicação; responsável pela implementação da Lei 10.294, Código de Proteção e Defesa dos Usuários de Serviços Públicos do Estado de São Paulo no Procon e participação na Comissão Estadual que implementou a lei nos órgãos públicos estaduais das administrações direta e indireta.

 

Diretora do Centro de Estudos e Pesquisas (1989-1995)

Responsável pela implantação do Centro de Estudos e Pesquisas dos Direitos do Consumidor da Secretaria de Estado da Defesa do Consumidor; coordenação técnica de trabalhos educativos e de orientação ao consumidor e coordenação de pesquisas de campo de opinião, abastecimento e comparativas de preços para definição de diretrizes técnicas da política estadual de defesa do consumidor.

 

Assessora Técnica da Diretoria Executiva (1987-1989)

Coordenação das áreas técnicas de atendimento e encaminhamento de reclamações; assessoria ao diretor executivo e substituição nos seus impedimentos; responsável pela administração dos recursos financeiros do órgão.

 

Supervisora técnica (1984-1987)

Supervisão das áreas técnicas de atendimento pessoal, telefônico, cartas e encaminhamento de reclamações

 

Técnica de Proteção e Defesa do Consumidor (1979-1984)

Atuação nas áreas de atendimento pessoal, telefônico, cartas e encaminhamento de reclamações de serviços públicos, privados, produtos, alimentos e saúde;

 

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.