Home > Notícias do Centro > Notícias > Viva o Centro no 1º Encontro de Condomínios Históricos

Viva o Centro no 1º Encontro de Condomínios Históricos

24/08/2007

24/08/07

página inicial   | página anterior índice de notícias

 

Viva o Centro no 1º Encontro de Condomínios Históricos

  

Luciano Sousa

Viva o Centro preocupada com a preservação das fachadas históricas

O superintendente geral da Associação Viva o Centro, Marco Antonio Ramos de Almeida, será um dos palestrantes do 1º Encontro de Condomínios Históricos (ECOH), realizado paralelamente ao 4º Encontro Pró-Síndico, neste sábado (25/8), às 10h. Ambos os eventos serão realizados no Centro de Eventos e Negócios de São Paulo (Cenesp) e já contam com cerca de 750 pessoas inscritas.

 

Ramos de Almeida falará sobre as ?Conquistas na Preservação do Centro Histórico?, que, em grande parte, têm sido levadas a frente graças ao apoio e atuação da Viva o Centro desde 1991. ?A Associação tem pedido uma atenção especial às fachadas dos prédios históricos do Centro, que depois da Lei Cidade Limpa acabaram se deteriorando. Existem incentivos importantes para a reforma das fachadas desses edifícios, como a Lei de Fachadas, Rouanet e Marcos Mendonça, que os síndicos e proprietários devem conhecer.?

 

A proposta do ECOH é debater as necessidades dos prédios que se enquadram na Lei de Tombamento ou ainda os que não possuem valor arquitetônico de relevância histórica. Entre os participantes do evento, estarão representantes da Secretaria de Saneamento e Energia, Governo do Estado de São Paulo, e Sabesp. Além de Ramos de Almeida, serão palestrantes do 1º ECOH: Sueli de Bem, arquiteta e chefe Técnica de Crítica e Tombamento do Departamento de Patrimônio Histórico (DPH); Francisco Zorzete, diretor superintendente da Companhia de Restauro; e o advogado Fernando Ribeiro.

 

No final de maio, este informeOnLine mostrou a preocupação da Associação Viva o Centro com a deterioração das fachadas históricas (leia matéria), que passaram a ser mostradas realmente como são depois da Lei Cidade Limpa. Os locatários e proprietários de imóveis estavam pintando ou recobrindo suas fachadas sem o menor critério técnico e sem a aprovação do Departamento de Patrimônio Histórico (DPH). Na época, a Viva o Centro sugeriu que a Prefeitura montasse uma equipe especial de atendimento no DPH para orientar os proprietários desses edifícios de como agir na restauração de suas fachadas.

 

O ECOH e o Pró-Síndico são eventos promovidos pela EPMídia e contam com o apoio da Viva o Centro e da Companhia de Restauro.

 

Serviço

Cenesp

Rua Rui Barbosa, 422, Bela Vista

25/8, às 10h

Grátis

  

Deixe Seu Comentário:

Gostou? Então compartilhe.