O Triângulo Histórico

Para trabalhar, estudar, comprar, passear ou apenas cruzar rumo a outros pontos da cidade. Pode-se afirmar que a metrópole de São Paulo se acha representada em todos os seus aspectos - econômico, social, cultural e étnico - na pequenina região compreendida pelo Triângulo Histórico, em cujos vértices se acham a Praça da Sé e os largos São Bento e São Francisco. A história da cidade, do Estado de São Paulo e do desenvolvimento nacional é contada pelo traçado e pelas construções do Triângulo Histórico. Da conquista do planalto, passando ao bandeirismo, ao ciclo da cana-de-açúcar, ao apogeu do café, à industrialização, até a inserção de São Paulo na economia global, é no Triângulo que se tem a maior concentração de história por metro quadrado da cidade. Aqui São Paulo tem 460 anos.

Essa pequena área, com 0,5 km², uma colina localizada entre os vales do Tamanduateí e Anhangabaú, representa 0,05% da cidade de São Paulo. Todavia, encontra-se no Triângulo Histórico, significativo segmento do mercado financeiro do país, como a BM&FBovespa, além de diversas sedes e agências de praticamente todos os bancos. O poder público tem presença maciça na área. O Governo do Estado possui seis secretarias e cinco empresas no Triângulo Histórico, além do Tribunal de Justiça, o Ministério Público e o Tribunal de Contas. A Prefeitura Municipal reúne doze de suas secretarias, 2 empresas e a Ouvidoria do município na área.

Nada menos que dez centros culturais e 250 bens tombados pelos órgãos de defesa do patrimônio histórico revelam o potencial turístico do Triângulo.

Democratizar esta área da cidade, permitindo a fruição de tudo que ela tem a nos oferecer, deve ser uma prioridade para São Paulo. Esse objetivo pode ser alcançado sem grandes dificuldades. A região já é dotada de uma excelente infraestrutura e é facilmente acessível por transporte de massa de todas as partes da metrópole. São três estações de Metrô, uma em cada vértice do Triângulo Histórico, além de três terminais de ônibus na sua proximidade (Bandeira, Dom Pedro II e Pedro Lessa).

Ao se criar um ambiente propício à utilização diurna e noturna por parte da população, pode-se esperar uma grande repercussão midiática de tudo que no Triângulo ocorrer, com efeito pedagógico e indutivo para outras áreas do Centro e da Cidade.

Gostou? Então compartilhe.